Moinho Rasche em Nova Petrópolis


Erguido por descendentes de alemães em 1950, foi um marco no desenvolvimento da região. Principalmente por ser um dos primeiros movido por energia elétrica, uma novidade na incipiente indústria do sul na época. Seus três andares repletos de maquinários antigos, boa parte construídos em madeira, contam uma história de trabalho e dedicação para fornecer farinhas de diferentes cereais. O prédio é destaque na entrada da cidade, e possui visitação gratuita com a presença e guia do local. Há muitos como ele em outras cidades, formando inclusive roteiros, e que ainda serão mostrados aqui. Muito mais do que simples construções antigas, há por trás de cada empreendimento deste tipo, uma parte do desenvolvimento da região. Que de certa forma ajudou todos nós a chegar até aqui…

Tu já deves ter visto os banners da CVC aqui no blog… Pois se clicares neles, abre uma janela para tu buscares um hotel e aproveitares estes lugares que falamos aqui. Não há diferença de preços em relação ao praticado diretamente no site deles, mas entrando por aqui nós ganhamos uma comissão…. Obrigado pela tua parceria!

E a marca do seu negócio também pode estar aqui com link para o seu site… 
Consulte-nos em destinosdosul@gmail.com

Perau da Nega


Perau no sul é um lugar alto, um precipício. E neste uma africana teria se jogado… Ao menos é o que diz a lenda ou história deste lugar de Boqueirão do Leão, no Caminho das Cascatas do Vale do Taquari. Imensos paredões vigiam o rio que dá vazão ao lago formado por esta queda vigorosa, sobre uma escadaria natural de pedra. Um lugar para apreciar não só a beleza de cada detalhe, como o ineditismo do conjunto que combina a cascata com a paisagem das escarpas verticais. Seria este o lugar para dar término a sua própria vida? O que será que atormentava aquela que se jogou do alto, para o fim de sua existência? Talvez achasse que havia chegado ao paraíso, e nada mais tão belo encontraria em sua provável vida sofrida…

Tu já deves ter visto os banners da CVC aqui no blog… Pois se clicares neles, abre uma janela para tu buscares um hotel e aproveitares estes lugares que falamos aqui. Não há diferença de preços em relação ao praticado diretamente no site deles, mas entrando por aqui nós ganhamos uma comissão…. Obrigado pela tua parceria!


A marca do seu negócio também pode estar aqui com link para o seu site… 
Consulte-nos em destinosdosul@gmail.com

Budismo em Três Coroas


Em nome da fé se faz muito. E se constrói a beleza. Mostramos (e mostraremos mais) igrejas católicas, luteranas e de outras religiões, pois entendemos que muitos deles fazem parte do patrimônio histórico de uma comunidade. Mas as manifestações religiosas através de seus templos, festejos e ritos, também são expressões da cultura de um povo. Pois do distante ocidente, um grupo ergueu não faz muito tempo, belas construções que se estacam na paisagem da serra. O complexo de prédios da comunidade budista de Três Coroas é além de um lugar de culto a esta religião, uma oportunidade para se apreciar a beleza artística e arquitetônica de origem oriental. As cores, afrescos, estátuas e panos com orações para serem jogados aos ventos, formam um conjunto de rara beleza. Mas é claro que os adeptos das filosofias e ensinamentos de Buda, também abrirão as portas para além da simples visitação, convidando à participação em seus eventos e atividades rotineiras. O que pode ser uma oportunidade para conhecer um pouco mais de outra cultura e um modo de vida distinto da rotina de muitos dos que visitam o lugar.


Tu já deves ter visto os banners da CVC aqui no blog… Pois se clicares neles, abre uma janela para tu buscares um hotel e aproveitares estes lugares que falamos aqui. Não há diferença de preços em relação ao praticado diretamente no site deles, mas entrando por aqui nós ganhamos uma comissão…. Obrigado pela tua parceria!

A marca do seu negócio também pode estar aqui com link para o seu site… 

Consulte-nos em destinosdosul@gmail.com

Cascata do Moinho em Progresso


Faz parte do Caminho das Cascatas organizado por esta e mais duas cidades do alto do Vale do Taquari. Com uma altura de quase 100 metros a queda impressiona pela verticalidade de sua parede que parece ter sido cortada a faca… Uma caminhada morro abaixo é o desafio (junto com a subida da volta) aos que querem chegar a sua base… Nada muito difícil considerando-se que são 1.800 metros ida e volta, e compensador pela impressionante visão da água correndo sobre os musgos cravados na pedra, e o arco-íris formado pelo sol da manhã quase ao alcance das mãos…

Lagoas de Osório


A região do litoral é rica em lagoas, e vimos falando delas por aqui. Espalhadas em uma região ampla, muitas são apenas massas de água sem acesso facilitado, ou com prainhas e locais para atracar um barco. Mas é claro que estruturas existem, principalmente perto de moradores. Em Osório, a do Marcelino é um exemplo de que mesmo sem uma natural faixa de areia, pode-se ao menos aproveitar sua paisagem. Uma passarela por cima dos juncos e um calçadão para uma caminhada com contemplação do Morro da Borússia, incrementam e valorizam a natureza exuberante do entorno. No lugar já existiu um pequeno cais e uma mostra desta história está bem ali na frente para não ser esquecida. Assunto para outra postagem, assim como a Lagoa do Peixoto com sua prainha e vista da cidade ao longe…. Ainda tem muito mais…

  

A marca do seu negócio pode estar aqui com link para o seu site… 

Consulte-nos em destinosdosul@gmail.com


Cais Mauá, o Grande presente

Uma construção centenária compõe a principal entrada do Cais Mauá junto ao Centro Histórico de Porto Alegre, e é um dos melhores presentes que cidade já recebeu. Importada da França, a belíssima estrutura metálica dá acesso à área desativada e momentaneamente bloqueada ao acesso público, destes igualmente belos, armazéns do porto da capital. Mas a revitalização do lugar vem chegando e um dia será muito mais do que é hoje. O projeto já recebeu Licença Ambiental Prévia e ao que se sabe está andando… Os mais de 3 Km de extensão às margens do Guaíba serão transformados com preservação do seu patrimônio, em um complexo de lazer e negócios, envolvendo espaços públicos e comerciais. A caminhada para este novo patamar da cidade não é de hoje, e terá que ainda enfrentar muitos desafios. Mas eles podem ser vencidos com um resultado que orgulhe a todos, mesmo se hajam críticas e discordâncias. Acreditamos neste promissor futuro, pois esta reaproximação da cidade com o seu lago/rio é um sonho de todos… Parabéns a cidade, e que ela tenha infindáveis anos de vida…

 

A marca do seu negócio pode estar aqui com link para o seu site… 

Consulte-nos em destinosdosul@gmail.com

Um museu na Igreja das Dores

Alguns aniversários de Porto Alegre ela já passou. Afinal, a Igreja Nossa Senhora das Dores além de se destacar na paisagem, é a mais antiga ainda de pé na capital gaúcha. Com pedra fundamental datada de 1807, levou mais de cem anos para ter sua construção concluída, talvez por conta de maldição lançada por escravo condenado à morte. Seu interior é ricamente preenchido de elementos dourados e pinturas, e sua imponente fachada branca por trás da tradicional escadaria impressiona até os mais apressados e distraídos que por ali circulam. Mas a grande notícia vinda deste ícone, sobre o qual ainda mostraremos mais, é de que em breve ele abrigará um Museu de Arte Sacra, o primeiro da cidade. Providencia necessária para que se possa mostrar adequadamente a grande quantidade de objetos utilizados em sua longa existência, e que ajudam não só a contar as histórias da fé, como da evolução da própria sociedade do seu entorno. Ainda não há data para entrega de mais este ponto de referência para se conhecer outras épocas, e se buscam recursos para esta empreitada. Mas certamente será mais um grande presente aos cidadãos e visitantes desta terra sulista…


A marca do seu negócio pode estar aqui com link para o seu site… 

Consulte-nos em destinosdosul@gmail.com