Igrejas do Vale do Caí – Capela de Santana e São Sebastião do Caí

DSC01565

São quatro encantos em um roteiro de 23 Km, partindo da bucólica Capela de Santana onde a Paróquia de Santa Ana com suas duas torres, se destaca na paisagem. Ela fica em frente a praça onde no outono flores vermelhas enchem a copa de uma árvore chamada Espatódea proporcionando uma bela combinação. Como também é bela a companhia que as palmeiras da pequena Vila Conceição, distrito de São Sebastião do Caí, fazem a igreja de mesmo nome. Por fim, na sede deste município de pouco mais de 20.000 habitantes à pouca quadras uma da outra, estão as representantes da Igreja Luterana e da Igreja Católica nesta comunidade dividida principalmente entre descendentes de portugueses e alemães. As duas torres com seus relógios são marcas na cidade, assim como as belas linhas da sua construção e o colorido dos vitrais e pinturas do seu interior. Ainda tem mais roteiros e surpresas nesta incrível região…

DSC01572

DSC01579

DSC01578

DSC09052

DSC09053

DSC09041

DSC09042

A mapa de 16 igrejas em 4 roteiros…

 

Se tu quiseres, tu podes vir conosco neste ou em outros destinos. Manda um e-mail para destinosdosul@gmail.com ou uma mensagem na página do Facebook https://www.facebook.com/DestinosdoSulBlog/ indicando o lugar que queres conhecer que montamos um roteiro especial pra ti! Vamos juntos?

Tu também podes reservar teu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0

Uma casa de pedra (e Museu) em Farroupilha

DSC01481

Nos primórdios da imigração italiana era assim. As pedras do terreno montanhoso eram lapidadas e empilhadas para formar as primeiras moradias, os pontos de comércio e uma incipiente indústria. E tudo isso podendo ser realizado no mesmo prédio, como aconteceu no começo deste lugar de Farroupilha ao lado da precursora igreja Nova Vicenza. No andar ao nível da rua, se estabeleceu a venda que recebia a produção da colônia, e vendia mantimentos que vinham de fora no lombo de mulas. Os comerciantes e primeiros proprietários da família Fin moravam no andar de cima e fabricavam o vinho no porão em meio a um chão de barro. O ferramental que explica o processo artesanal de fabricação dos primeiros litros da famosa bebida, está exposto neste andar inferior do Museu Casa de Pedra que ocupa a casa nos dias de hoje. E o mergulho no passado de luta pela sobrevivência em terras sul-americanas, prossegue nos diversos ambientes da casa fielmente reproduzidos. A cama do casal com colchão de palha, os utensílios de cozinha e a mesa de jantar onde faziam a refeição, revivem o ambiente doméstico daqueles rudes tempos. Um lugar para mergulhar na história desta gente, como tu conferes na visita guiada que colocamos no vídeo…

O Museu fica na Rua Domenico Fin s/n no Bairro Nova Vicenza em Farropilha

Funciona de segunda a sexta das 8 as 17hs, mas tu podes agendar visitas em finas de semana no e-mail: museucasadepedra@farroupilha.rs.gov.br ou no fone 54 3261-6914

Se tu quiseres, tu podes vir conosco neste ou em outros destinos. Manda um e-mail para destinosdosul@gmail.com ou uma mensagem na página do Facebook https://www.facebook.com/DestinosdoSulBlog/ indicando o lugar que queres conhecer que montamos um roteiro especial pra ti! Vamos juntos?

Tu também podes reservar teu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0

 

O Vale do Caí e suas belas igrejas

DSC01807

Elas são muitas e estão espalhadas por uma belíssima região. Seus detalhes, suas histórias, e os ambientes em que se encontram permitem momentos interessantes de contemplação e paz espiritual, mesmo aos menos devotos da fé religiosa. Em um dia pode-se visitar muitas espalhadas por pequenas cidades próximas umas das outras. Temos uma grande coleção de imagens que ainda mostraremos por aqui e nas nossas redes sociais que tu acessas nos links acima. E é claro que muitas histórias e curiosidades referentes a elas ainda virão. Por enquanto um mosaico de boa parte delas. Conheces alguma? Tens uma história pra contar? Compartilhe com a gente…. Vamos juntos?

Reserve seu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0

Belas igrejas do sul – Sagrado Coração de Jesus em Farroupilha

DSC01324

Fica no coração desta cidade da serra gaúcha, ao lado de uma bela e bem cuidada praça. Em estilo neo gótico possui duas torres de 49 metros de altura, além de um imponente altar em madeira, belos vitrais e delicadas estátuas de santos. Erguida em 1932, talvez não seja o mais destacado templo católico deste município fundado por imigrantes italianos. Afinal, a poucos quilômetros dali, no início de sua zona rural, repousa o importantíssimo Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, que atrai milhares de romeiros a cada a ano que passa. É claro que ainda mostraremos e falaremos mais destes lugares, pois um vídeo de Farroupilha está sendo editado e em breve será publicado aqui, na nossa página do Facebook e no nosso canal do Youtube.

DSC01322

DSC01326

DSC01328

DSC01329

DSC01344

Reserve seu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0

Por trás do Salto Ventoso

DSC01536

Esta belíssima queda d´água em Farroupilha pode ser apreciada de um modo todo especial. É possível passar por trás dela de um modo seguro por meio de uma passarela metálica, para poder viver uma experiência incrível. E ainda por cima repetir uma cena de cinema, onde os protagonistas do filme O Quatrilho, se beijam com a queda ao fundo. Para chegar lá, é preciso ingressar no parque que cobra ingresso, e descer um caminho curto, mas íngreme. Há também mirantes para os que querem observá-la do alto, com a devido sinalização e orientações de segurança. As corredeiras imediatamente antes da queda, convidativas a um banho em dias quentes, não podem ser utilizadas para este fim (ao contrário do que informamos em postagem anterior), devendo ser alvo apenas de contemplação. Mas passar por trás da cascata é realmente o grande atrativo do lugar. Por enquanto as imagens, mas em breve sai o vídeo não só da cascata como das outras atrações desta importante cidade da região de imigração italiana.

DSC01538

DSC01540

DSC01541

DSC01551

DSC01520

DSC01524

DSC01528

Reserve seu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0

Uma ponte do tempo do império.

DSC01468

A Ponte do imperador, quem a fez? Ali em Ivoti em um lugar conhecido como buraco do diabo onde se estabeleceram uma das primeiras levas de imigrantes alemães em 1826, esta ponte foi erguida com esforço da comunidade 31 anos depois. Ao que se sabe todos deram um pouco dos seus recursos para sua construção em um esforço coletivo daquela comunidade, mas que parece ter havido também ajuda do governo da província. O que também se sabe é que o seu nome faz homenagem ao imperador do Brasil que teria passado por ali. E alguns acreditam, contrariando outros, que o mesmo tenha ajudado com recursos da corte, muitas vezes obtido com os impostos destes mesmos cidadãos. Uma construção coletiva de iniciativa de um grupo de pessoas em sintonia com quem os governa parece ser a versão definitiva. Ou não. Não se tem muitos registros a história verdadeira talvez ainda paire no ar. Afinal, o que será que aconteceu mesmo? Será que ocorreu tudo na mais santa paz? Na mais pura certeza de todos estarem fazendo que é certo?

DSC01269

Reserve seu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0

Antes era na bala! A “Tranqueira Invicta” que o diga…

DSC00739

Invicta por nunca ter caído em mãos de espanhóis, vizinhos europeus dos portugueses ali estabelecidos. O antigo forte Jesus Maria José erguido às margens do Rio Jacuí no coração do que é hoje o Rio Grande do Sul, deu origem a cidade de Rio Pardo, há mais de 250 anos atrás. Sua construção foi iniciada por volta de 1750, como uma das consequências do Tratado de Madrid que dividia o território americano entre estas duas nações da península Ibérica. Nem tudo se sabe sobre sua história, pois muito se perdeu em meio a sangrentas batalhas que certamente ocorreram ali. Mas o que ficou de um passado de lutas e mortes foram alguns canhões que hoje pacificamente repousam em um gramado aberto a visitação de todos. Este importante lugar faz parte atualmente, dos jardins de uma estação de tratamento de água da companhia pública estadual e o seu acesso é gratuito. Um lugar para conhecer e tentar entender um pouco mais daquilo que já aconteceu na história do continente. Talvez se chegue a conclusão de que as batalhas de hoje, baseadas no diálogo e na lei, são menos violentas dos que a de outros tempos. Já um tanto remotos…

DSC00751

DSC00741

DSC00738

Reserve seu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0