Era o centro comercial (e muitas vezes banco e fonte de informações) no início da colonização alemã no estado… Boa parte das transações comerciais entre os colonos também passavam por ela, e seus proprietários eram pessoas influentes na comunidade. Um exemplo é a Casa Schhmitt-Presser em Novo Hamburgo, localizada no bairro Hamburgo Velho, onde hoje existe o Museu Comunitário Schmitt Presser mantido pela Fundação Ernesto Frederico Scheffel. Em estilo enxaimel, a casa foi construída na primeira metade do século XIX… ao contrário. O andar superior onde há réplica de aposentos (e se pode ver a madeira falquejada típica do enxaimel), foi construído primeiro, pois a rua era mais elevada. Somente com o rebaixamento da via em 1923, é que foi construída a parte inferior em tijolo e pedra. Neste piso é que se entra de corpo e alma no passado da colonização, pois é reconstituída a venda, com seu balcão, seus objetos expostos e sua caixa registradora. Muito mais que uma exposição de objetos, a casa, junto com o patrimônio histórico do entorno, (e seus espaços artísticos e arquitetônicos), são uma verdadeira experiência em um outro tempo da nossa história…

One Reply to “Venda Alemã”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: