A Casa dos Rosa na história de Canoas



Foi com alguns trilhos de trem, provavelmente sobras da ferrovia que passava em frente, que foi possível estruturar com firmeza o segundo andar da casa que Antônio Rosa ergueu em Canoas, para o seu descanso. Na virada para o século XX, famílias abastadas como a dos Rosa, adquiriram quinhões de terra em forma de chácara, para merecidas férias em família.  A posição estratégica próxima à nova estrada de ferro, que ligava a capital gaúcha a colônia alemã em São Leopoldo, oferecia todo o conforto do moderno meio de transporte que tinha parada justamente ali em frente. A construção da Estação de Canoas, que é claro, merece uma postagem a parte, pois também foi recuperada é inclusive posterior à construção da casa. O rico comerciante porto-alegrense fez questão não só de ser um pioneiro, como também adquirir os terrenos à volta, apostando na futura urbanização e nos lucros que poderia obter. A residência é uma amostra interessante do estilo eclético, com telhados de inspiração bávara, e lambrequins de madeira ao melhor estilo da colônia italiana. Talvez influência do construtor contratado pelo proprietário, que era oriundo daquele país. Uma mostra com objetos e painéis que conta a história do lugar e da cidade preenche as salas e quartos dos dois andares. E é a atração junto com a área verde que oferece aos visitantes em meio a um grande centro urbano, uma ilha de natureza recheada de história…



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s