Um parque do imigrante. Em Lajeado.


Por que a imigração alemã está devidamente homenageada não só nos grandes centros turísticos do sul. Já falamos da aldeia do imigrante em Nova Petrópolis, pertinho de Gramado. Mas como este local da serra, o parque desta bela cidade do Vale do Taquari reproduz em um amplo espaço, uma vila formada pelos pioneiros germânicos. Neste próximo dia 25 comemorasse a chegada dos primeiros imigrantes desta origem, e nada melhor do que caminhar entre as casas erguidas na técnica enxaimel, para sentir o ambiente de sonhos, dos primeiros anos deste destemido e disciplinado grupo de famílias na América. São mais de uma dezena de casas a formar um cenário que leva o visitante a um mundo diferente. De simplicidade e trabalho, que foi o alicerce de uma região rica e próspera. Duas delas são ocupadas por museus, e outras são de uso de associações comunitárias e círculos literários. E ainda há espaço para mais. Empreendimentos gastronômicos ainda não se assentaram por lá, nem um comércio voltado ao turista. Mas mesmo assim vale muito a visita, que é gratuita, para conhecer um pouco mais desta cultura, ou mesmo para aproveitar o seu agradável espaço em meio ao verde. Um lugar que pode muito mais…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s