Rede de museus da imigração germânica

Neste fim de mês que se comemora a chegada dos primeiros imigrantes em São Leopoldo, a notícia da formação da Rede de Museus e Entidades de Memória da Imigração Germânica voltados a este tema, tem de ser celebrada. Museus históricos ainda carecem com a falta de recursos e de conhecimento do grande público. Mas como viemos mostrando como podemos por aqui, eles tem muito a nos dizer. E tem alguns por aí… Este grupo liderado pelo Museu Histórico Visconde de São Leopoldo, conta com 14 entidades espalhadas por municípios que possuem uma história vinculada a esta etnia. Mas o que é mais óbvio nestes novos tempos conectados é que a complementação virtual de lugares existentes “fisicamente”, precisa existir. E nesse espaço quase sem limites esta união pode ser transformado em uma interessante soma. Ou até mesmo uma multiplicação de informação, conhecimento e divulgação, onde o resultado pode ser muito melhor. A interação com as redes sociais então, pode conferir outra dimensão inclusive na busca de acervo. E a expansão nas visualizações eletrônicas na palma das mãos de modernos internautas, pode gerar mais visitas e vivências reais nas unidades espalhadas pela região. A expectativa é grande. Para um verdadeira revolução, nesta incrível jornada que começou a 193 anos atrás…

Para estar ao par do que ocorre com esta rede basta acessar o seu blog ou curtir sua página no Facebook

 

 

 

Reserve seu HOTEL, clicando na figura abaixo para ser direcionado para o site:

27c8d1832de6a3123b6ee45b59ae2f81b0d9d0d0

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s