O desafio de ensinar no século XIX

Devia ser difícil também. Talvez não houvesse tanta interferência das modernidades tecnológicas e comportamentais de hoje, mas a precariedade de recursos e dificuldades de acesso à escola se faziam presentes. A modéstia das instalações para o ensino à época da imigração germânica é ricamente reproduzida no Parque Aldeia do Imigrante em Nova Petrópolis. A escola com bancos de madeira e quadro negro de giz é uma réplica das muitas espalhadas pela colônia, a maioria delas erguida de forma voluntária pela própria comunidade.  Mas era lá, que o conhecimento a que se tinha acesso à época, era repassado aos pequenos da melhor forma possível. Pois era consenso que sem estudo, não haveria prosperidade. Os dedicados professores desta e de outras várias etnias migratórias do sul, certamente tiveram muitos percalços para fazer chegar o conhecimento aos filhos de desbravadores de um território selvagem. Mas assim como hoje, souberam superá-los em nome da nobre tarefa de ensinar as novas gerações. Neste dia deles, nossa singela homenagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s