Dois símbolos que se olham…

Scroll down to content

Em Taquara, belas igrejas simbólicas de cada fé religiosa que se espalham na região de imigração germânica do Rio Grande do Sul, se colocaram nesta singular vizinhança. Cada uma com sua história, elas têm em comum o doador do terreno onde foram erguidas. O porto-alegrense Tristão José Monteiro era o dono da sesmaria que deu origem à Colônia de Santa Maria do Mundo Novo, formada pelas atuais: Taquara, Igrejinha e Três Corôas. Católico com família originada de Osório, viveu parte da sua vida com a evangélica e alemã de Hamburgo, Christina Haubert com quem teve nove de seus dezessete filhos com quatro mulheres diferentes. Pois antes havia tido um filho com uma suíça e casado com uma alemã católica com quem teve outros cinco herdeiros. E os outros três filhos reconhecidos em batismo, mas não na herança, os teve com a filha de um antigo sócio… A união entre as almas de duas religiões diferentes, foi reconhecida quando Tristão já estava viúvo de sua esposa, no final de sua vida e doente. Talvez um reconhecimento ao gesto de doação dos terrenos vizinhos. Que muito mais do que inspirar a aceitação desta união no século XIX, tenha sido um sinal de que sempre é possível uma pacífica convivência…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: