O Lago Negro de Gramado e sua história.

Scroll down to content

Uma das grandes atrações da hoje cosmopolita Gramado, é o encantador Lago Negro, com sua belíssima paisagem de entorno. E tu podes contemplar toda essa exuberância, passeando sobre as suas águas por meio de simpáticos pedalinhos, alguns em forma de cisne e outros imitando navios piratas… Mas quem quiser pode ficar em terra firme, percorrendo todo o seu entorno provido de calçadas regulares, enfeitadas por elegantes luminárias que dão um charme todo especial ao passeio. A história desse lugar guarda uma peculiaridade, pois está relacionada a um incêndio florestal que durou 8 dias em 1942. Na tentativa de apagá-lo foi escavado o lugar de uma nascente executando-se ainda uma fenda no terreno. E a implantação de um buraco posterior no que era chamado de Vale do Bom Retiro, acabou recebendo estas águas que deram origem ao lago. Anos mais tarde em 1953, por iniciativa de Leopoldo Rosenfeld, mudas de árvores da Floresta Negra na Alemanha, foram ali plantadas para formar o belo paisagismo que hoje enche os olhos dos milhares de turistas que o visitam a cada ano. E foi por isso, que o lugar passou a ter a denominação que tem até os dias atuais. Em cada uma das estações do ano um colorido diferente complementa a beleza da vegetação, principalmente no verão quando as famosas hortênsias, preenchem as suas margens. Um lugar incrível que foi idealizado por alguém que viu não só ali, mas em toda a cidade, um grande potencial para atrair visitantes de todo a parte. Algo que se comprovou ao longo de mais de seis décadas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: