Uvas e muita história no Vale Trentino em Caxias do Sul

Scroll down to content

Um dos lugares especiais da zona rural de Caxias do Sul, é um roteiro chamado Vale Trentino que começa próximo ao Rio Caí, antes de se subir a serra gaúcha. Percorrer suas estradas é se encantar com paisagens impressionantes que só esta região possui… E as comunidades ao longo do percurso oferecem o romantismo de singelas capelas, ladeadas por cemitérios históricos com seus pequenos mausoléus, de toques artísticos… A localidade de Forqueta Baixa, ainda nas proximidades de Vale Real, foi o início de um caminho que ainda passou por São Valentim, Loreto, São Virgílio e São Martinho. E em cada canto uma surpresa nos era oferecida, como um grupo numeroso de pássaros sentados nos fios de luz, em São Valentim, ou o belo campanário de São Virgilio, e ainda um mausoléu com belos detalhes artísticos em Nossa Senhora de Loreto. Mas o vale tem mais. No verão, seus parrerais ficam repletos de cachos de uva, e tu podes comprar direto do produtor para se deliciar com o doce sabor desta fruta tão típica desta região. Já chegando mais perto da cidade, a Cascata da Linha Feijó permite ao visitante um momento único de contemplação e apreciação da natureza, ou mesmo do exercício da fé católica, na gruta Nossa Senhora da Conceição que lhe acompanha. O trajeto foi concluído com chave de ouro na comunidade de Forqueta bem próxima a principal rodovia de ligação entre Farroupilha e Caxias do Sul. É lá que, além de uma antiga estação de trem e da igreja de Santo Antônio, se pode visitar o museu Primo Slomp. Nele estão antigos objetos que mostram toda a história do cultivo, produção e comercialização de tudo que que se relaciona a uva. Desde materiais usados em laboratório, até pranchas de madeira para servir de apoio na fabricação de pipas, passando por um destilador usado na produção de Graspa, uma aguardente obtida do bagaço da uva. Um lugar para conhecer de perto os desafios enfrentados pelos primeiros imigrantes italianos que chegaram na região. Que muito provavelmente se inspiraram nas belas paisagens destes vales e montanhas, para cultivar a terra na luta pela sobrevivência na América, prosperar erguendo belas construções e deixar um legado que convida a uma contemplação sem pressa, com toda a atenção que merece…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: