Cavacos nas Dunas

Há quem prefira apenas um calçadão para finalizar a larga faixa de areia, típica do litoral gaúcho. Afinal, caminhar com um tênis em um liso e artificial piso, é mais confortável do que por os pés na areia, ainda mais para um acelerado exercício. Mas a partir deste verão, os que vêm de Capão da Canoa em direção sul, podem seguir por Atlântida e Xangri-Lá, em cima da laje. E em companhia das dunas. Por que elas não saíram de lá, para sorte das ruas que não sofreram tanto com as fortes ondulações da última ressaca. A proteção natural do mar sofreu o seu revés, mas segurou a onda. Literalmente. E as areias finas também ganharam o seu freio, para não invadir a nova avenida litorânea e seu tão desejado lugar para a corridinha do fim de tarde. Uma superfície de cavacos de madeira foi colocada sobre a superfície delas em determinados pontos, evitando que o vento jogue grãos invasores sobre a área urbana. Uma solução simples, que ainda não verificamos a total eficácia. Se tu sabes um pouco mais, diga para nós. Por enquanto temos as imagens da primavera, na expectativa de um verão de harmonia entre a civilização, e a natureza que atrai a turma para lá…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s