Rio das Antas – A ponte. E o túnel do trem…


Dividindo Bento Gonçalves e Veranópolis a Ponte Ernesto Dorneles sobre o Rio das Antas é uma das grandes obras de engenharia do Rio Grande do Sul, e uma das maiores pontes em arco do mundo. Aberta o tráfego em 1952  seu elegante formato chama  a atenção dos que passam por ali em ambas as direções. Mas quem enfrenta as sinuosas curvas que antecedem a belíssima travessia, talvez não conheça outra interessante estrutura bem ali perto… A saída de um túnel ferroviário na margem esquerda do rio é um lugar que merece atenção pela aura de mistério que ronda este outro tipo de obra. Abaixo do símbolo da engenharia do exército gravado na parede está a infinita escuridão e sua sensação de medo… Afinal, a luz do fim só é acessível aos condutores dos poucos trens de carga que ainda circulam por ali. Chegar até a boca é fácil, mas é claro que se aventurar escuridão adentro seria uma proibitiva imprudência…




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s