São João é o nome da sede desta propriedade rural, às margens do arroio que dá nome a esta cidade do sul. Aberto atualmente para visitação, o lugar fez parte do marcante ciclo econômico do charque na região. Por mais de cem anos a carne do gado dos pampas foi salgada nas charqueadas, para que se conservasse melhor em uma verdadeira indústria dos séculos XVIII e XIX. Tudo isso, por meio de mão-de-obra escrava utilizada de forma intensiva que se dedicava entre outras atividades a preencher extensos varais de madeira com os cortes de bois e vacas, para que secassem ao sol.  O passeio à casa principal de paredes alvas e portas de madeira escura pode ser completado com a navegação no arroio que leva ao canal de São Gonçalo e por onde deslizavam as pelotas. O termo em espanhol que significa bolas era designado a uma espécie de bolsa de couro que flutuava na água, usada para transportar o charque que enriqueceu seus empreendedores e embelezou a cidade com teatros e palacetes. Visitar este e outros empreendimentos semelhantes na região é conhecer um pouco mais daquele rico passado do pampa. 


One Reply to “Uma charqueada em Pelotas”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: