Dunas em Jardim Atlântico

Neste pequeno balneário gaúcho (assim como em outros) os fortes ventos carregam a areia fina por vastas regiões invadindo campos e matas. E formando montanhas. Nem sempre muito altas, mas com formações interessantes que permitem um bom exercício, principalmente em momentos que o sol não castiga tanto. Evitando assim, a sensação de se estar em um deserto interminável. A poucos quilômetros de Torres, Jardim Atlântico é um local preenchido basicamente por casas de veraneio, com uma praia semelhante a quase todas as outras deste pedaço retilíneo de litoral. Mas é quando a malha urbana termina em direção oposta do mar, que surge uma área vasta com montanhas de areia fina, que se mescla com pedaços de vegetação formando uma paisagem única. As subidas e descidas moldadas naturalmente convidam a deslizá-las com auxílio de pequenas pranchas, rasgar caminhos com motos e quadriciclos motorizados ou mesmo descer correndo afundando o pé na areia, os seus íngremes declives. De quebra, vez por outra pode-se testemunhar singelas e estranhas esculturas de autoria do sempre presente vento, principalmente o que vem de nordeste. Todo isso, com um cenário da serra do mar ou fundo. Que muitas vezes convida para um belo entardecer…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s