Algas (e águas) verdes na Lagoa dos Patos

É um fenômeno natural, com alguma influência humana. Assim como a cor de chocolate relativamente comum no litoral norte gaúcho, esse outro tipo de alga muda intensamente a cor das águas nas margens da Lagoa (ou laguna) dos Patos. O fenômeno recorrente voltou a aparecer este ano em partes da praia de Arambaré, um dos locais preferidos de veranistas na chamada Costa Doce do Rio Grande do Sul. O calor é o grande causador da floração destas algas, mas não se pode descartar que a presença de matéria orgânica, proveniente de esgotos domésticos tenha de alguma forma contribuído. O curioso caldo verde, entretanto, não afasta os banhistas desta praia do “mar de dentro”, que escolhem as calmas águas do lugar para espantar o calor. Mas assim como o mar, as condições de balneabilidade são constantemente fiscalizadas por órgãos competentes para tal, que indicam onde se pode dar aquele mergulho de forma segura. Ainda temos mais imagens de outros pontos desta praia e neste mesmo dia, sem o fenômeno. Incluindo algumas em preto e branco, pois as nuvens teimaram em não sair da frente do sol…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s