O museu da Estação Salvador do Sul e a igreja de São Pedro da Serra

Scroll down to content

Na encosta da Serra Gaúcha nas proximidades da região de imigração italiana, duas pequenas cidades de origem germânica além de estarem bem próximas uma da outra, nos surpreenderam com duas preciosidades. Mesmo sendo tipos de lugares que costumamos mostrar com frequência por aqui. Afinal de contas, quem nos acompanha sabe que antigas estações de trem, com suas lembranças de chegadas e partidas; e marcantes igrejas de outros tempos que ainda centralizam comunidades, sempre nos encantam. Pois em tarde fria de sol demos atenção a antiga Estação de Trem de Salvador do Sul, que em 1909 quando foi erguida chamava-se São Salvador. Mas ela não é somente um antigo prédio bem preservado. Dentro funciona o Museu Municipal, com uma estrutura moderna elaborada por profissionais capacitados, e que conta trajetórias que vão além das ferrovias… As histórias que vinham pelos trilhos obviamente estão em destaque e são completadas por outras contadas em didáticos painéis como o dos Mustereiter, ou Cavaleiro do Mostruário em alemão. Estes pioneiros nada mais eram do que caixeiros viajantes que traziam mercadorias em lombos de mula, enfrentando o acidentado terreno da região… Entre os testemunhos de outras épocas, um grande Wandschonner que é um pano de prato com frase escrita em alemão que enfeitavam antigas casas, ganha destaque acrescido de uma placa com a devida tradução. Relatos da religiosidade, lazer e educação de gerações que já passaram, fazem companhia a lousas usadas por antigos alunos, um livro de geografia dos anos 1930 e muito mais… Mas ainda havia tempo para seguir adiante neste dia (que já tinha rendido outros conteúdos)… A poucos quilômetros de distância dali, como se fosse um outro bairro de uma cidade grande, fica São Pedro da Serra e sua imponente Igreja Católica em homenagem a este santo. Infelizmente neste dia suas portas estavam fechadas aos fiéis e visitantes inesperados, e os vitrais de seu interior só puderam ser admirados por fora. Mesmo assim, seus belos traços externos puderam ser fotografados e filmados mesmo que o sol já começasse a se esconder, o que não tirou o seu brilho… Inaugurada em 1933 após um mutirão iniciado seis anos antes, ela foi entregue não totalmente completa. E um bolão com sorteio de prêmios teria sido realizado, com o objetivo de arrecadar fundos para seu término que só se deu de fato em 1937… Como acontece com frequência na região, o cemitério fica ao lado do templo, integrando por muitas vezes as cerimônias de sepultamento de vidas. Que descansam na eternidade em lugar com bela vista para as montanhas. E ali estão muitos daqueles que ajudaram a desbravar estas encostas íngremes, deixando descendentes que seguem valorizando a sua comunidade. Pois também foi possível perceber que novas estruturas de lazer como praças e centro de convivências, vem sendo colocadas no seu entorno. Para integrar a comunidade, e bem receber os visitantes que ainda sobem e descem a serra. Como já faziam os viajantes de outros tempos, seja no lombo de mulas, ou nos trilhos dos trens…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: