Igreja de Pedra, cemitério e outros detalhes de Arroio do Meio

Scroll down to content

Em meio à belas paisagens do Vale d Taquari, o interior da cidade de Arroio do Meio guarda preciosidade que merecem uma visita atenta e sem pressa. Uma delas é a igreja da comunidade luterana de origem germânica de Forqueta toda construída em pedra grês no princípio do século XX. Dizem que sua acústica é bem interessante, mas o que chama a atenção é mesmo a utilização deste material e os esforços da comunidade que só conseguiu conclui-la em 1951… A cidade possui outras belas igrejas encravadas entre campos e montanhas, mas quem centraliza a zona urbana acaba sendo a Igreja católica construída em estilo neogótico em homenagem a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ambos os templos assim como a Casa do Museu estavam fechados quando por lá passamos e as imagens internas ficaram para uma próxima. Assim como a Cascata do Emílio que aparentemente também não estava recebendo visitas nestes tempos ainda pandêmicos… Mas nestes fins de outubro as comunidades já estão se preparando para as celebrações de finados, e não podíamos deixar de te trazer imagens do cemitério anexo a igreja. Este tipo de localização ainda é comum em comunidades como essa, assim como lápides escritas no idioma dos que colonizaram a região. E uma característica marcante nos túmulos de mulheres, é a de fazer referência ao sobrenome que elas ostentavam quando nascidas, uma vez que era comum se adotar o nome do marido, quando do casamento. É comum assim, encontrar a palavra “geboren” (principalmente em sua forma abreviada) que significa nascida em alemão, seguido então do sobrenome de quando elas vieram ao mundo… As atividades de um dia puxado na região não nos permitiram, no entanto trazer imagens da vizinha igreja católica de São Vendelino em mais um convite para retornar. Assim como as imagens que trazemos deste lugar, acabaram sendo tomadas com o início do crepúsculo, nos dando vontade de voltar acompanhados de um sol mais alto… Mas a descida do astro rei, sempre pode nos lembrar que tudo tem seu fim, até mesmo a vida que sempre se encerra. Mas mesmo sabendo disso, nos padecemos das dores destas perdas, principalmente daquelas que não esperamos. Como deve ter ocorrido com muitos ao longo deste período de pandemia, que ao que tudo indica parece estar se encaminhando também para o seu final…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: