A mais antiga igreja gaúcha e outras duas da cidade de Rio Grande

Scroll down to content

Em um território reivindicado por portugueses, ainda praticamente deserto, a Igreja de São Pedro foi erguida como marco do povoado de Rio Grande em 1755. E até hoje é o mais antigo templo católico ainda funcionando em solo gaúcho. Em seus mais de dois séculos e meio de vida, viu a história acontecer desde seus primeiros anos, quando a invasão espanhola de 1763 teria lhe causado saques e graves danos. Apesar de esta versão dos fatos ter sido contestada, dizendo-se que que na retomada da cidade por portugueses, eles a teriam encontrada intacta… O fato é que sua estrutura está como nova, incluindo as belas estátuas de madeira em seu interior… Mas há mais religiosidade nesta cidade portuária com um patrimônio riquíssimo. Atrás dela, um pouco mais nova tendo sido construída em fins do século XVIII, está a igualmente bela Igreja de São Francisco de Assis, que foi palco de uma tragédia. Em 1833, pouco antes de estourar a Revolução Farroupilha, o pároco da época foi brutalmente assassinado em frente ao templo, por motivos políticos em 3 de outubro, às vésperas da comemoração do dia do padroeiro… O fato fez com que a porta principal do templo fosse lacrada, permanecendo assim até hoje. Mas é claro que há outras portas para se entrar neste espaço onde atualmente funciona o Museu da Cidade com suas coleções de arte sacra, além de objetos que contam a história da região. Mas a visita a ele terá que ficar para uma próxima, pois a pandemia global o mantinha fechado em setembro de 2021… Também em uma outra visita, se deverá dar atenção a outros templos da cidade, pois desta vez além destes dois já descritos, se pode ainda apreciar ao menos externamente, a Igreja Nossa Senhora do Carmo. Seus impressionantes traços em estilo gótico puro fazem dela uma das mais belas do Rio Grande do Sul. Em meio a detalhes construtivos impressionantes, se destacam a figura impactante de gárgulas, espécies de esculturas de figuras monstruosas destinadas a espantar o demônio… A imagem da santa teria sido trazida de Buenos Aires, quando este atual templo foi erguido em 1938, para substituir a antiga capela. E a sua arquitetura teria sido inspirada na catedral da cidade espanhola de Burgos. Se constituindo em mais um exemplo de como a Europa influenciou a implantação destes lugares icônicos, que hoje formam o nosso rico patrimônio histórico…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: