Missões de São Miguel Arcanjo 2 – Ascensão e queda de um sonho

Scroll down to content

O sonho de uma sociedade organizada e próspera que parecia se desenhar na América do Sul do século XVII, sucumbiria ao tempo e a decisões de além-mar… As missões jesuíticas incluindo a de São Miguel foi uma experiência marcante como já comentamos por aqui, em uma tentativa de padres da Companhia de Jesus, de construir junto com índios Guaranis uma verdadeira nação em meio terras férteis, entre grandes rios do novo continente… Ao menos era o que começava a ser entendido pelos reis da península Ibérica, quando se juntaram para enfrentar esta associação, que ao menos no que se sabe foi construída de forma harmônica. Mas o motivo alegado para o embate que levou a chamada Guerra Guaranítica entre 1753 e 1756, foi a assinatura do Tratado de Madrid entre Portugal e Espanha em 1750. Por ele ficara decidido que a cidade fundada por portugueses em território espanhol (segundo o anterior tratado de Tordesilhas), chamada Colônia del Sacramento (hoje no Uruguai), deveria ser trocada pelos Sete Povos das Missões do lado leste do Rio Uruguai… A história destes povos, no entanto, começa 150 anos antes quando na primeira metade do século XVII, foram criadas comunidades que abrangiam boa parte do território de todo o Sul do que hoje é o Brasil, além dos vizinhos Argentina e Paraguai. E a intenção do governador da então província do Paraguai era através destas missões, chegar até o Atlântico. Inclusive até mesmo a região de Rio Pardo a menos de 200 km de Porto Alegre teria recebido uma das reduções desta primeira fase. Mas o desejo de bandeirantes em buscar índios para trabalhar de forma escravizada em canaviais do nordeste do Brasil, os fez saíram de São Paulo para avançar principalmente sobre estes projetos civilizatórios… Eles tiveram sucesso até sofrerem um primeiro revés na batalha de M’Bororé em 1641 nas terras hoje da Argentina, que os fez recuar. Ainda mais que o papa teria começado a condenar a escravização dos nativos sul americanos… Após estes primeiro momento, o projeto desta nova sociedade, voltou com força a partir de segunda metade do século XVII, período em que é fundada São Miguel Arcanjo em 1687. E assim como outros seis núcleos que hoje estão em solo gaúcho, São Miguel cresceu com moradias condominiais e atividades produtivas variadas, erguendo por fim uma imponente igreja em 1750, mesmo ano do tratado que mudaria sua sorte… E são estas ruínas que ainda resistem ao tempo, as principais testemunhas da prosperidade e da derrocada dessa sociedade que em parte não aceitou a ordem para que os padres fossem para o outro lado do rio… Disposto, junto com seus companheiros, a defender o que construíra, a lendária figura de Sepé Tiaraju ouve de portugueses que aquele solo agora pertenceria ao Rei de Portugal, ao que o líder indígena respondeu com a famosa frase “Esta terra já tem dono!” Sem acordo, a guerra foi a consequência com uma grande mortandade de índios, os grandes perdedores… Resistiriam as missões por mais alguns anos, para depois entraram em decadência definitiva, com os saques que se estenderam por parte do século XIX marcando o início de um período de abandono. Finalmente com a chegada do moderno século XX os novos povoadores da região, vislumbrassem a necessidade de se proteger este importante patrimônio e valorizar a sua incrível saga… Que fez com que este lugar passasse a ser a partir de 1983, um dos patrimônios da humanidade…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: