O icônico Mercado Público de Porto Alegre

Scroll down to content

Um dos principais ícones ou mesmo símbolos da capital gaúcha, o Mercado Público é um verdadeiro ponto de encontro da comunidade, e possui uma longa trajetória. Que começa antes mesmo da sua construção… A partir do século XIX vários mercados começavam a se espalhara pela cidade que crescia, e ideia de se criar um mais central para o comércio de carnes ganhou vida em 1844, no lugar onde hoje está a Praça XV de Novembro. Este contudo, não teve vida longa, e um novo projeto foi proposto. A construção que resistes até hoje foi inaugurada em 1869, logo ali na frente a esta mesma praça que também segue lá…

Inicialmente com um andar só, ele era o lugar para comprar a produção agrícola de toda uma região que muitas vezes vinham em barcos pelas águas do Guaíba. Águas que inclusive chegavam até bem perto de suas portas na época… Com o aumento da população e um volume cada vez maior da produção, é iniciada uma ampla reforma que acrescentaria mais um andar, além de chalés de madeira em substituição a árvores que existiam no seu interior. É aí que ocorre, durante as obras, um primeiro incêndio em 1912 resultando na substituição do material dos chalés que passaram a ser de ferro. Seus desafios, porém, não pararam e a grande enchente de 1941 fez com que a água invadisse seus espaços chegando a uma altura de pouco mais de 1 metro. As marcas deste acontecimento estão lá até hoje…

Mas foi logo depois de completar o primeiro centenário, que ele foi ameaçado de não mais existir com a proposta de derrubá-lo, para dar vazão ao trânsito crescente do começo dos anos 1970. O que não agradou amplo setores da sociedade que mesmo enfrentando tempos difíceis, se mobilizou para que se preservasse esta bela e emblemática construção… Mas outros dois incêndios em 1976 e 1979, castigaram ainda mais o prédio. E foi no fim do ano deste já terceiro embate com as chamas, que a comoção da comunidade originou o tombamento pelo patrimônio histórico.

Sua preservação e vontade de vê-lo em melhores condições levou a mais uma reforma no começo dos anos 1990, quando uma nova cobertura e outras estruturas modernas, se integraram à antiga edificação. Era um novo momento em que a valorização de históricos símbolos culturais ganhou força e corpo se espalhando por todo o país… O século atual chegou e novas provações se apresentaram a este resistente, que sofreu seu quarto incêndio no recente 2013. Em 6 de julho em tempos de grandes e marcante manifestações que mudaram os rumos da nossa história, as chamas engoliram uma parte do segundo andar, causando espanto e temor aos que assistiam ao vivo pela televisão e pela internet, o que poderia ser a sua morte…

Mas ele resistiu depois de alguns dias fechado, e segue muito vivo, mesmo que um memorial tenha se perdido e que somente neste 2022 se está finalizando as adequações da parte queimada. E a beleza de suas linhas é completada com as cores, os aromas, as gentes e as manifestações variadas que ocorrem ali. Andar perto ou mesmo entrar no seu interior é mergulhar não só na sua alma, mas na alma da cidade. Sua importância é tanta, que seguidamente se discute em toda a capital, sobretudo em períodos de eleições municipais, como devem ser realizadas as atividades que delem fazem parte, ou de como e por quem ele deve ser gerido…

Discussões acaloradas a parte, esta espécie de centro da vida de Porto Alegre, é mais um lugar marcante que merece nosso carinho e que ajuda contar a nossa longa trajetória de dois séculos e meio de existência, a serem completados neste mês de março…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha, ou mesmo um hotel em qualquer lugar? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras, e venha para os destinos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: