Histórica Triunfo e seus antigos casarões

Scroll down to content

Na beira do Rio Jacuí a emblemática Triunfo possui uma longa história, que deixou vestígios que ajudam a desvendar esta trajetória. E nada como seus prédios com muitas décadas de idade para mostrar as marcas desta saga, além de histórias de indivíduos e instituições.

Quem centraliza todo este patrimônio é a Igreja Bom Jesus erguida em 1754. Suas duas torres, além de simbolizarem a fé cristã, também eram lugar onde antigos vigilantes ficavam atentos a movimentações suspeitas no Rio Jacuí. No seu interior além de belos detalhes esculpidos em madeira, está sepultado Jerônimo de Ornelas, cujas terras deram origem a Porto Alegre. Conta-se que o incômodo gerado pela presença de casais açorianos, que permaneceram em sua propriedade sem poder seguir paras missões onde estourara a Guerra Guarínitica, o teria feito se mudar para Triunfo. A casa onde ele terminou os seus dias, hoje está totalmente revitalizada servindo de sede para a Secretaria de Turismo e Cultura.

E há mais casas antigas utilizadas por órgãos públicos como é o caso das que são ocupadas pela Secretaria de Trabalho e Aço Social e a que recebe a Secretaria da Educação. Uma ao lado da outra, desta última conseguimos trazer belas imagens de sua iluminação noturna. Na rua que margeia o Rio Jacuí há mais exemplares de belas casas incluindo a sede de Prefeitura Municipal também com a manutenção em dia. Nesta casa a Princesa Isabel teria passado uma noite nos últimos anos do então Império do Brasil…

Uma outra instituição que ocupa um prédio que teria sido residência de um Padre libertador de escravos de nome José das Neves, é a Biblioteca Pública. Também com pintura nova, a construção tem embaixo dos livros, um espaço que em outros tempos era ocupado por uma senzala… Alia ao lado está, infelizmente sem uma conservação adequada, a casa que pertenceu a um interessante personagem. O dramaturgo que deu a si próprio o nome de Qorpo Santo viveu seus primeiros dez anos ali, até ter que fugir da cidade, por que seu pai foi assassinado em conflito da Revolução Farroupilha em 1839. Sua carreira deixou um legado que se identifica com o chamado Teatro do Absurdo, e foi devidamente valorizada em tempos mais recentes. Mas na época, ele chegou a ser considerado como portador de distúrbio psicológico chamado monomania, devido a sua compulsão por escrever…

Mas a relação com a cultura na cidade vai além. É ali neste centro histórico que está o segundo teatro mais antigo do Rio Grande do Sul, construído em 1848 e funcionando até os dias de hoje. O Teatro União possui uma estrutura singela, mas está em perfeito estado de conservação e é um ponto de encontro da comunidade para a realização de eventos e de espetáculos diversos… E esse lugar valoriza ainda mais um patrimônio histórico relevante que inclui outras casas espalhadas pela cidade. Uma delas inclusive, foi de propriedade da família de Bento Gonçalves e hoje abriga o Museu Farroupilha, a quem já dedicamos uma outra postagem. Nele estão variados objetos que ajudam a contar mais desta cidade incrível, que tanto contribuiu para a nossa história…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha, ou mesmo um hotel em qualquer lugar? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras, e venha para os destinos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: