São Leopoldo e seus marcos na beira do Rio dos Sinos

Scroll down to content

Foi pelo Rio dos Sinos que navegaram os primeiros imigrantes germânicos em 1824, talvez sem imaginar que 200 anos mais tarde, o lugar onde eles chegaram estaria bem diferente. Não só pelo surgimento de modernos prédios, que talvez alguns tenham sonhado, mas também por modificações que o rio sofreu ao longo das décadas. E pelo fato de que o centenário de sua chegada tenha sido homenageado com o um marcante monumento…

Muitos talvez conheçam e passem apressados ao longo do dia, pelo ambiente perto da ponte onde está o monumento que celebra o centenário da imigração em 1924. Afinal, a praça do Imigrante é um ponto central da cidade, e como muitas vezes acontece tem a companhia de uma igreja católica… A igreja Nossa Senhora da Conceição se impõe ao lado de outros prédios históricos, como a primeira sede de uma importante universidade da região, e outros mais recentes como a rodoviária e a prefeitura. O templo foi resultado da substituição de outros que vieram antes, começando com modesta estrutura erguida pelos primeiros colonizadores. É claro que os protestantes, que eram maioria nas primeiras famílias, também ergueram o seu local de culto há poucas quadras dali. O prédio que igualmente pode ser considerado um marco, com sua torre e os tradicionais relógios de ponteiros, ainda será mostrado em outros conteúdos…

Mas é do outro lado do rio que um outro prédio antigo guarda uma interessante surpresa. Suas antigas paredes abrigam o Museu do Rio dos Sinos, onde se pode aprender um pouco mais sobre um dos mais importantes cursos d´água do Rio Grande do Sul. Sua geografia, bem representada em uma maquete, nos mostra que ele é muito mais do que o trecho um tanto poluído, que passa por ali. Já sua rica fauna é bem descrita por interessantes miniaturas de peixes e outros animais, que habitam suas águas e margens. A história da imigração e da cidade, também está colocada ali por meio da maquete de um barco que teria trazido imigrantes, na sua cruzada pelo oceano atlântico por dias a fio até o novo mundo. Objetos náuticos completam o acervo deste lugar que tem espaço para mais em suas salas. O pátio externo completa este ambiente fantástico, pois permite estar perto de suas águas…

A região que falamos aqui certamente será importante nas celebrações dos dois séculos deste começo, tanto quanto foi há 100 anos quando o monumento ao imigrante foi erguido. Os que já querem valorizar este momento, porém podem se aprofundar no que aconteceu neste período, visitando o Museu Histórico Visconde de São Leopoldo. O prédio que fica a poucos metros da praça, é um dos mais relevantes da região e será mostrado em outro conteúdo. Afinal, ele tem muito a nos dizer não só sobre a cidade berço desta corrente migratória, mas sobre esta ocupação europeia, e sua relação com o novo território. E as gentes que já habitavam as margens deste rio…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha, ou mesmo reservar um hotel em qualquer lugar? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras, e venha para os destinos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: