Na Serra Gaúcha, Bento Gonçalves é uma cidade populosa e um importante centro turístico. E entre seus atrativos principais, o Caminhos de Pedra é um roteiro que surpreende. E não é só pela grande variedade de empreendimentos comerciais e gastronômicos. Afinal o nome do roteiro identifica uma trajetória marcante que tem muito a dizer.

As pedras do caminho estão na parede das casas centenárias erguidas por corajosos imigrantes italianos que começaram a subir a serra a partir de 1875. E eles vieram para o meio da mata nativa, sobreviver com o pouco que tinham e com o que a natureza poderia dar. O tronco de grossas árvores foi moradia para muitos nos primeiros dias, enquanto se achavam soluções para o teto definitivo. E a oferta de pedregulhos muitas vezes aflorantes em um terreno acidentado de morros e vales, foi aproveitada para erguer as primeiras casas, algumas ainda de pé.

O tempo e a prosperidade que começava a chegar, foi permitindo agregar em muitos casos, a madeira bem cortada nas serrarias que começavam a surgir em anos posteriores. E um segundo andar feito com este material com direito a belos lambrequins, começou a completar a arquitetura do espaço de convívio familiar. O tempo seguiu passando e as cidades recebendo indústrias e prédios, e muitos moradores começava a se perceber pobres e esquecidos nestas casas já consideradas velhas.

Mas os ventos de mudança abriram alguns olhos, que viram neste colar de belas construções a oportunidade de valorizar um legado de muito trabalho. E o velho ficou antigo, e até mesmo recuperado como era no princípio, desfazendo rebocos que disfarçavam as pedras que envergonhavam. Vieram então as vinícolas, os restaurantes, as lojas, e muitos outros atrativos, que formam um rico ambiente de convívio com os que vem de longe, para contemplar impressionantes paisagens. Mas também para conhecer esta história.

Em meio à produtos variados e muitas experiências saborosas, é possível conhecer trajetórias dos que vieram antes. Está lá a Casa Merlin com um pequeno Museu, ou mesmo uma capela centenária que orgulhosamente conta a saga para trazer o seu sino da distante Itália. A Maria Mole, uma das frondosas árvores que serviram de abrigo enquanto se erguia a casa, também está lá como testemunha dos dramas, desafios e vitórias conquistadas. Muito mais do que um passeio, o roteiro turístico iniciado há três décadas é um convite a se encantar e se emocionar com marcante cultura de um povo que atravessou o oceano em busca de uma vida melhor…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha, ou mesmo reservar um hotel em qualquer lugar? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras, e venha para os destinos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: