No vale do Rio Pardo a bela e dinâmica Santa Cruz do Sul, sempre que possível valoriza as cores da principal origem de sua gente. E a grande festa de outubro é a principal oportunidade para enfeitar ruas e casas com o amarelo, vermelho e preto, da Alemanha dos antepassados. Estivemos ali dias depois do encerramento da Oktoberfest, como é chamada a festa inspirada na existente em Munique, mas as cores ainda estavam em todo o lugar. Valorizando ainda mais o seu importante patrimônio arquitetônico, centralizado por uma imponente igreja gótica…

A Catedral São João Batista é uma das maiores em seu estilo da América Latina, e nesta manhã de sol estava intensamente iluminada, mas também aberta para que fosse possível apreciar seus impressionantes vitrais… Uma exposição que conta a história de sua construção e de seu último restauro no começo deste século, também nos chamou a atenção assim como uma surpresa do lado de fora. Um grupo de alunos especiais da APAE, trajados com vestimentas típicas gaúchas, aproveitava a manhã agradável para gravar um vídeo. Com prendas e bombachas enfileirados em um colorido igualmente inspirador….

Uma caminhada no centro da cidade, no entanto revela mais, como a imponência de prédios centenários, alguns deles espalhados por uma rua em que árvores formam um belo e emblemático túnel verde. São as tipuanas que acabam caracterizando e sendo um símbolo de Santa Cruz do Sul, e nestes dias estavam acompanhadas ainda de banners alusivos a Oktoberfest. Cuja importância é tanta, que há inclusive um parque especial para a sua realização…

E como acontece em boa parte da região de colonização alemã, uma espécie de polaridade entre duas religiões, se traduziu em outros tempos em uma saudável disputa para a construção de imponentes templos. Se católicos trouxeram o gótico em 1931, alguns anos antes os luteranos já haviam também ousado… Em 1924 o templo deste importante grupo foi erguido e é, até hoje um dos maiores, entre os seus. Uma pena que no dia em que passamos por lá, o interior da igreja estava em processo de restauro. Voltaremos outras vezes para apreciar e valorizar também este relevante patrimônio…

Ainda há mais para mostrar da cidade, incluindo o seu entorno rural, o que faremos em outros conteúdos. Afinal, era a nossa prioridade nesta passada por lá. Mas um ligeiro contratempo com alguns equipamentos, nos fez dedicar algumas horas de uma belíssima e surpreendente manhã de primavera (contrariando a previsão), ao seu núcleo central… Não ficamos tristes, pois sempre é bom passar por um lugar que tanto carinho dedica a seus espaços, e suas tradições e histórias…

Quer fazer passeios no Rio Grande do Sul, ou adquirir ingressos para várias atrações da Serra Gaúcha, ou mesmo reservar um hotel em qualquer lugar? Então clique no botão abaixo e escolhe o que fazer com empresas parceiras, e venha para os destinos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: